14 fevereiro 2010

Um Grande Carnaval !!!!!!!


A festa já começou há vários dias, mas atinge hoje um dos seus pontos altos antes do final da folia, na terça-feira.

Os portugueses levaram o "entrudo" para o Brasil, os escravos negros deram a sua contribuição para a festa e o calor foi reduzindo os disfarces do Carnaval. A milhares de quilómetros de distância, em Veneza, a tradição ainda é a mesma desde o século XIII. Hoje é Domingo Gordo e um pouco por todo o mundo os foliões vão desfilar para celebrar uma antiga festa pagã que os católicos adoptaram e que antecede a Quaresma.

A mão dos escravos (as plumas, as cores) sente-se não só no Carnaval do Rio de Janeiro, mas também no de Trindade e Tobago e até de Nova Orleães. Só muda o ritmo da música. Do samba ao calipso e ao jazz. As festas têm o seu ponto alto na terça-feira, mas nas cidades em que o Carnaval é uma tradição já começaram há vários dias.

Não se conhece muito bem a origem do Carnaval, mas diz-se que já os romanos gostavam de usar disfarces nas festas em honra do deus Saturno, em que cidadãos e escravos trocavam de posição. Com o fim do paganismo, a festa foi adoptada pelos católicos (século IV) e adiada de Novembro para os dias antes da Quaresma.

A palavra "Carnaval" vem de "carni vale", para dizer que ainda era possível comer carne. Na tradição cristã, durante a Quaresma - período de 40 dias que antecede a Páscoa - não se deve comer carne. A época do Carnaval representava assim os últimos dias de "liberdade", em que tudo era permitido.

A festa espalhou-se por todo o mundo, adaptando-se às tradições de diferentes locais. Assim, em Veneza, há referências ao uso de máscaras no dia-a-dia desde o século XIII, de forma a que as pessoas evitassem ser reconhecidas. No século XVIII foi proibido o seu uso a não ser durante o Carnaval.

1 Rebolos:

Luis Antunes disse...

Vim fazer uma visita de cortesia para deixar um abraço ao autor deste blogue e a todos os seus visitantes

21/2/10 16:50