20 julho 2007

Coerencia Politica



«Aquilo que está na minha cabeça é ser presidente da câmara do Porto, foi isso que disse às pessoas e não menti. Só qualquer coisa que seja mais forte que eu próprio e que me pode levar a não cumprir»

«Não era correcto da minha parte, calar-me, deixar crescer algum apoio que cria dificuldades a outras pessoas que queiram ser candidatas, ou que já sejam, e não clarificar a tempo e horas. Podia ser muito bom para o meu ego, mas não era bonito»

«Acho que eu não sendo candidato, o PSD ganha porque não cria instabilidade na câmara do Porto, e não põe uma figura de destaque do PSD no papel de não cumprir um compromisso até ao fim»


Politico em vias de extinção.

Saudações Paulenses

3 Rebolos:

Vizinha disse...

Parece-me que o sr Rui Rio se lembrou de uma frase já muito antiga "mais vale um pássaro na mão (presidência da câmara) do que dois a voar (prseidência PSD e candidatura a Primeiro Ministro em 2009)". A isto se chama jogar pelo seguro!!!

20/7/07 10:15
Anónimo disse...

Apesar de não ser simpatizante do PSD, tenho ganho simpatia pela coerência e pela atitude que Rui Rio tem tido para com o Porto.
Com tantos inimigos poderosos que ele tinha e tem, com tanta manif. e casos contra ele, tem demonstrado ao País que esta cidade não é só "futebol e pimbos".

20/7/07 14:39
PTT disse...

Para vizinha e anonimo
Obr pela vossa intervenção.

Pode eventualmente o ditado ter muita força, porem Rui Rio demontrou ao longo dos mandatos que sabe estar na politica e que os interesses da cidade estão a frente de tudo.

Convém lembrar que foi eleito com a oposição de toda a classe de "grandes mentes" da cidade, por isso teve problemas com o FCP com todos os agentes culturais da cidade bem como com os empresários do betão e grandes superficies.

Um abraço

20/7/07 18:49