05 março 2008

Associação ANIMAL


A câmara não pode ver cães e gatos como lixo urbano

A ANIMAL, associação de defesa dos animais, concentrou-se às 12h de hoje, em frente à Câmara de Lisboa pedindo a melhoria das condições dos canis e gatis municipais. «a Câmara não pode recolher e capturar os animais abandonados eliminando-os como lixo urbano», diz o presidente da associação

Os manifestantes vão entregar uma carta à Câmara com propostas orientadoras como por exemplo a esterilização dos animais para evitar a sobrepopulação dos cães e gatos «evitando que haja mais animais do que aqueles que o ambiente suporta».

A associação aproveitou também para recolher assinaturas para a petição que pretendem fazer chegar ao Parlamento, pedindo uma nova proposta de lei sobre os animais domésticos, nomeadamente os de companhia.

Miguel Moutinho afirma que a luta nas duas frentes «é importante que as Câmaras se antecipem à Assembleia. Não sabemos se e quando é que a AR, órgão legislativo complexo, vai querer mudar uma lei que não protege os animais».

A ANIMAL defende que o abandono dos animais, tipificado como contra-ordenação, seja considerado crime punível com prisão. O presidente sublinha que «não está previsto na lei nenhum crime conta os animais».

Nota: Assiduamente constato as iniciativas assaz mediáticas em prologo dos animais. Porem acções muitíssimo mais elementares ficam na prateleira porque, na minha opinião, colidem de forma directa com sponses destas associações.

Nunca assisti a qualquer demonstração de desagrado (activa), pelo valor de 21% com que é taxada a alimentação seca destas animais. Ter um cão é um luxo, ter um cavalo uma necessidade (taxa de 5%).

Mais ainda, a microchipagem obrigatória, mas que por conveniências próprias não é feita da forma que a vacinação anti rabica. O valor debitado por cada microchip é absolutamente um roubo a qualquer proprietário. Uma acção conjunta de microchipagem com uma base de dados nacional e actualizada, acabava com a pratica selvagem do abandono dos animais. Estes dois valores financeiros são efectivamente um motivo ao abandono aliado ao preço de estadia num dos diversos hotéis que se encontram á disposição.

Por outro lado cada vez mais nas Associações, ha mais pessoas a servir-se dos animais que a servir a causa dos animais. Felizmente que grandes defensores quando têm a oportunidade de intervir (raríssimas vezes), fazem a diferença.

Como sempre os interesses económicos sobrepõem-se as necessidades reais.


3 Rebolos:

João Carlos Fragoso disse...

é verdade que todos nós concordamos que é deshumano e submundista o abate dos animais errantes. Mas pensemos nas seguintes questões:

- Animais vadios organizam-se de acordo com as suas caracteristicas sociais inatas, nomeadamente comportamento de matilha nos caes. Quem garante a segurança publica e dos rebanhos com matilhas de caes assilvestrados à solta??

Animais vadios não têm qualquer controlo veterinário a nível profilático ou de controlo de doenças (zoonóticas ou não). Quem garante a saúde pública nomeadamente situação de hidatidose, leishmaniose, raiva, etc??

Na minha opinião, a convivencia com animais vadios é impraticável e insustentável. Há que promover uma responsabilização dos donos, só assim se evitará a calamidade dos abandonos.

só mais 2 apontamentos finais:

O preços dos hotei caninos não pode ser questionado, é uma prestação de serviços como outra qualquer. Quando se toma uma decisao de adquirir um animal de companhia tem de se considerar tudo o que este acarreta, alimentação, cuidados médicos/sanitários, alojamento em tempo de férias etc.

Estou perfeitamente de acordo com a questão do IVA, não se entende que seja cobrado 21% de IVA tanto na alimentação como nos serviços médicos prestados a animais.

Saudações paulenses

5/3/08 11:42
PTT disse...

Para
João Carlos Fragoso

Obrigado por este comentário assaz construtivo.

Esta questão é demasiada "melindrosa" e este post pretendeu apenas sensibilizar para as utopias que se estão a gerar a volta dos animais, para a promoção pessoal de alguns dirigentes, para todo um negocio paralelo sem qualquer tipo de controlo e os assuntos que servem de alicerce ao mundo animal são protelados em prologo de interesses vários.

Abraço

PTT

PS. Seria bemvindo a este blog uma secção inerente a este tema (mundo animal) e o seu contributo seria uma excelente mais valia. Deixo aqui o "desafio"

6/3/08 11:04
João Carlos Fragoso disse...

Obrigado pelo desafio... vou pensar nessa possibilidade...

Entretanto deixo um blog, em parte gerido por mim, que poderá responder em parte ao desafio...

Um Abraço

http://vetemergencias.wordpress.com/

6/3/08 22:22