27 março 2008

Paulense sempre a surpreender

Porque hoje é o Dia Mundial do Teatro







Sentada na areia de uma praia
As ondas lentamente beijam-me os pés
A brisa afaga os folhos da minha saia
Enquanto a Lua agita as marés

Voa uma gaivota no horizonte
O véu matizado do ocaso esconde o Sol
E heis que no cimo daquele monte
Se ilumina o alto farol

Os barcos de pesca soltam as amarras
Cantam os marinheiros ao som da guitarras
As emoções levaram-nos até ao espaço
Quando nos envolvemos num abraço

No último raiar de mais um dia
O reflexo da Lua tremeluz nas águas do mar
O crepúsculo dá lugar à magia
Os sonhos e as ilusões invadem o ar

Vê-se no céu salpicado uma estrela cadente
Que ilumina o trajecto fatal da sua queda veloz
Uma lágrima cai dos meus olhos de repente
E o silêncio da tua partida rouba-me a voz

Os barcos de pesca prenderam as amarras
Choraram as cordas vibrantes das guitarras
O fulgor dos meus olhos ficou baço
Na ansiosa espera do teu meigo abraço

Roubado AQUI

2 Rebolos:

veni_vidi_scribi disse...

Obrigada :)

Abraço

27/3/08 22:06
Anónimo disse...

ñ há dia internacional da musica pa estas situações?
plo menos ñ se invente.

28/3/08 03:43