03 agosto 2007

Crimes Dentro da PJ

"Denúncias concretas de corrupção, utilização de agentes provocadores nas operações encobertas, pagamentos em droga aos informadores, apropriação de dinheiro do tráfico e droga vendida a traficantes.

A quantidade exacta de cada apreensão “não é pública”, pode ler-se na denúncia, “pois [nomes concretos] declaram sempre uma quantidade menor e a diferença é vendida em Madrid por um agente infiltrado, ‘X’. Após a venda, o dinheiro da droga é distribuído por (...)”, todos eles elementos da Direcção Central de Investigação ao Tráfico de Estupefacientes (DCITE).

O autor da denúncia, que diz ser “inspector da DCITE”, nomeia e acusa 27 colegas por corrupção e envolvimento no tráfico e identifica as 27 embarcações que fazem transporte de droga na costa, com conivência da PJ.

Os agentes infiltrados nomeados são 28, detidos, indiciados ou ex-condenados. E entre eles estão Y. e Z., velhos conhecidos da PJ e referenciados durante anos como dois dos maiores traficantes da Península Ibérica. Z. foi recentemente absolvido num processo e, disse ao CM o seu advogado, já está em Espanha, “de férias e a tratar dos seus negócios”.

Um mandado de captura internacional levou a PJ, em finais de Novembro de 2004, à detenção de um célebre traficante conhecido por H.. Andava fugido e tinha mais de 30 anos de cadeia para cumprir em Espanha. Estava no Estabelecimento Prisional da PJ quando, dias depois, foi chamado à DCITE. E os dois responsáveis (...) propuseram-lhe “dar serviços de droga em troca de não ser extraditado”.

H. aceitou e, no início do ano seguinte, deu à PJ o primeiro serviço, “heroína enterrada em terrenos baldios” no Estoril, Margem Sul e Alentejo (data e locais precisos). “Só que, dos 60 quilos de droga apanhados, apenas 51 foram apresentados à Comunicação Social, tendo os nove quilos sido vendidos através do inspector-chefe (...). O dinheiro foi para os meus colegas que conduziam o processo”.

H. passou então a sair da cadeia às 10h00, sendo entregue pela PJ à noite ou até no dia seguinte, “como comprovam as senhas de saída e entrada dos reclusos”. Saiu da cadeia no Verão (a data é precisa) de 2005, “com senha assinada pelo inspector (...), mas nunca mais voltou”.

H. consta da lista da cadeia (cela identificada) como estando em prisão preventiva, “o que não é verdade”. No extenso relatório, 78 páginas, é referido em dezenas de casos concretos por tráfico e roubos, “corrompendo agentes da PJ com dinheiro e ouro”.

Y. acusa o inspector (..) de pôr à venda “parte da mercadoria” para pagar informadoress e barcos de milhares de contos. Foi até Marrocos buscar “cinco toneladas de haxixe a mando da PJ, em 1993, e só era depois preciso arranjar alguém para se dar à morte. A PJ, através de infiltrados, comprou um camião e abandonou a droga lá dentro, numa estrada no Alentejo”.

O carregamento foi encontrado pela GNR, mas “só lá estavam quatro toneladas e meia”. E 500 quilos terão sido postos à venda pelo outro infiltrado, “com o conhecimento da polícia”. Y. questionou o inspector, que o terá mandado “estar calado”.

O mesmo inspector e outro responsável da DCITE terão sido alvo de um inquérito por tráfico e associação criminosa. O primeiro, “considerado um super-inspector da PJ”, já reformado, “fabricava apreensões e despistava a GNR – conseguía fazer passar carregamentos por outros sítios com os seus homens”.

O pior foi no Verão de 92, quando uma troca de tiros com a Brigada Fiscal de (...), Alentejo, “obrigou inspectores da PJ a dominar os militares, no chão e com as armas apontadas à cabeça, enquanto a descarga da droga prosseguía”. Tudo às ordens do “super-inspector”. Y. era útil ao “super-inspector” em transportes desde Marrocos. Descreve barcos de borracha com que se fez rio acima pelos canais, horas de desembarque e as carrinhas em que inspectores (...) o esperavam na zona de Setúbal"... in Correio da Manhã


Será Possível??? Em quem se poderá confiar???


Saudações Paulenses



1 Rebolos:

danitri disse...

9º Concurso Regional, e 6º Nacional, de Petanca, na Vila do Ferro. Passem por: http://cpferro.blogspot.com/

Venham participar, ou simplesmente assistir, neste Jogo Tradicional Francês.

5/8/07 18:30